Bem-vindo(a) Sayonara Brasil

Sayonara Brasil temos um amplo conhecimento em artes plásticas. Hoje chega até você nossa experiência, desempenho e qualidade com o  objetivo de lhe oferecer artes  que irá melhorar a sua qualidade de vida. 

Nome artístico: SAYONARA BRASIL

image223

Histórico Técnico

Pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

Pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

Sayonara Gomes de Oliveira 

Nome artístico: SAYONARA BRASIL

Baiana , nasceu na Cidade de Jequié, em 16 de abril de 1964.

Em 1986/1989 cursou Artes Plásticas na AEUDF - Associação do Ensino 

Unificado do Distrito Federal e Pedagogia na Universidade Católica de Brasília. 

1985/1990 - Professora de Educação Artística, Decoradora e Coordenadora Pedagógica no Centro Educacional Católica de Brasília. 

1989/1991 - Professora Centro Educacional Champagnat Marista de Brasília. 

1987/1990 - Ministra Cursos de Criatividade e Educação na FEDF - Fundação Educacional do Distrito Federal – Brasília; 1988 - TELEBRAS – Telecomunicações Brasileiras S. A, Brasília; SESI, Distrito Federal; 1990 - SESC – Distrito Federal; 1991 – SENAC Paraiba: 

I, II, III e IV Encontros de Professores Polivalentes de Rede de Ensino da Paraíba; Ilustra primeira página de Jornal Mandato Popular – Órgão de divulgação Gabinete: Senador Mansueto de Lavor

1993 - Filia-se à Sociedade Brasileira de Belas Artes (matrícula n.º 1151). 

1995 – Recebe Homenagem da Câmara Municipal de Salvador - Bahia, em razão da Exposição " Viajando com as Orquídeas " - Vereador Pedro Gondinho - ofício n.º 200/95.

1998 – Início de incursões ao Exterior: Exposição Sede ABC – Associação Brasileira de Comércio de New York – NY – EUA publicado no Brazilian TIMES; Expõe no Hammock Caffe - Convent Garden, Londres; Artigiano in Feira, Milão – Itália; Integrante de Missão Empresarial. Participa de Conferência “ Fluxos de negócios entre Brasil – UEBL Banco do Brasil, Bruxelas – Bélgica; Visita Oficialmente a Embaixada do Brasil, Londres – Reino Unido. 

  

1998 e 2000 – Catalogada no Dicionário dos Artistas Plásticos do Brasil - Júlio Louzada. 

1999 - Membro da Comissão Julgadora IV SNAP - Salão dos Novos Artistas Paraibanos; Publicação na Revista NORDESTE HOJE - ano II, n. VI - Edição Especial, pag. 27.

2000 - Realiza Sessão de Pinturas Stand: Hotéis OTHON, BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, Parque das Nações, Portugal; Membro da Comissão Julgadora “ Semana da Comunicação " João Pessoa; Publicação Revista EXPRESSÃO Ribeirão Preto, SP, no.34 pag:14; no 35 - pag:47. 

2001 – Obras em Acervo temporário na Galeria Trema Míron - Lisboa – PORTUGAL; Publicação na Revista Art Studio, Região Nordeste - Espaço do Artista - ano 02 n.03; Recebe Homenagem da Academia Brasileira de Arte Cultura e História nas comemorações do Dia do Artista Plástico – Solenidade: Polo Cultural da Casa da Fazenda do Morumbi, Morumbi, São Paulo – SP.

2002 - Ministra Cursos de Arte-Educação para Professores do Estado da Paraíba; Integrante na Cenografia: Alto de Natal - JPA; Congressista: II Congresso Marista de Educação, Olinda – PE. 

2003 – Recebe Homenagem da Academia Brasileira de Arte Cultura e História em São Paulo “Grau de Artista Plástica” em colaborar com o progresso do Brasil e manter vivo o sentimento cívico da nacionalidade brasileira ; Em consequência desse fato, recebe Voto de aplauso através do Vereador Mário Cahino, na Câmara Municipal de João Pessoa- PB, oficio Rop. n.º 0389/05/03. 

2004 - Participa do Fórum Mundial de Cultura em Barcelona; Uma pintura é publicada em Livro com poema do Autor: Escritor Deodato Astrê , “Um Outro Olhar”; Nasce no Estado da Paraíba o “Projeto Internacional Catamarã das Artes”, Passeio Náutico, Exposição Coletiva de Artes em Resort - João Pessoa, com objetivo de reunir profissionais e valorizar a Zona Costeira; Recebe em Roma, Itália, Referencia Oficial da Rádio Vaticano e Críticos de Arte Italianos através da Unione Cattolica Artisti Italiani. 

2005 – Realiza Conferência na Sede Universal Great Brotherhood - New York Hotel - NY - EUA. 

  

2006 - Publicação no Gallery Guide NY pag: 34, New York – EUA; Realiza: Sessão de Pintura, ao ar livre, em frente as Cataratas do Niágara - Niágara Falls – Canadá.

2007/2008 – Membro da Ward Nasse Gallery, NY e da Vienna Art Society – Vas Gallery – Virginia, EUA com obras em Acervo temporário. 

2008 - Realiza “Oficina de Customização” CEBRAC - Centro Brasileiro de Ação Cultural - Zurich, Suíça; Trab. publicados na “Brasil Revista” - capa e pags: 08 09, 10, 11 – Edição Portugal e Revista “O Brasileirinho” capa e pags: 26, 27, 28, 29 – Edição Portugal; Participa de Seminário:

“Brasil, ameaças a sua soberania” Rio de Janeiro – RJ; Possui trabalho publicado na Revista “PAINEIRAS” pag: 24 - edição Brasil; Recebe agradecimento do Clube Militar do Rio de Janeiro.

A Casa da República , pelo apoio ao Curso de Extensão Cultural da Mulher. Elucidativa palestra, sob o título “Um olhar crítico às Artes Plásticas através dos Mestres Contemporâneos”.

2009 - Organiza Exposição Coletiva: Artistas do Brasil, EUA, Equador, França, Portugal - Forte Duque de Caxias na Cidade do Rio de Janeiro, trabalho que faz parte do Projeto INTERNACIONAL CATAMARÃ DAS ARTES; Participa da Conferência: DIÁLOGO com Diretor de Centro POMPIDOU - Paris , Sr. Alfred Packueman Tema: Presencia Internacional del Arte Argentino, Sede: Centro Cultural Borges - 26 de março - Buenos Aires; Publicação: Catálogo da Ward Nasse Gallery – Artistas que participaram da ArtExpo Las Vegas – Las Vegas - EUA 2008, Pags: 78, 79, 80, 81, 82, 83 e Capa; Publicação: Revista Lux Portugal, Agenda Lux n. 480, 13/07; Publicação: Revista Fácil Nordeste, edição: 99 pag: 58; Recebe “Diploma de Honra” Associação de Artistas Plásticos de Carcavelos, em apreciação a participação e contribuição nas Exposições de Verão na Casa da Guia e Festas do Mar, Câmara Municipal de Cascais – Portugal.

2010 - Participa do Encontro Internacional de Língua Portuguesa e Culturas Lusófonas num universo globalizado – Fundação Caluoste Gulbenkian em Lisboa - Portugal

2011/2012 - Fez parte do Acervo da LM Galeria - São Pedro de Sintra, Portugal; 

  

2012 – Em Cerimonia Solene na Cidade de Belo Horizonte foi Consagrada Embaixadora da Divine Academia, localizada em Paris- França.

2013 – ILUSTRA cartaz e convite do IX Festival de Aboio de São José dos Ramos; Artcom Expo Intercambio Cultural Scandinavia - Europa - America Latina.

2015 – Lançamento do Livro – Artists Across Continents 2015 em vários Países.

Exposições Individuais Internacionais

2010 - “ Momentos ” Casa da América Latina – Lisboa - PORTUGAL

“Tropicalidade ” Galeria Municipal de São Brás do Alportel – Algarve - PORTUGAL

2009 - “ Exposição de Pinturas, Galeria Matos Ferreira – Lisboa – PORTUGAL 

2008 - “ Blitz ” Tangará Brasil , Berlim - ALEMANHA

“ Brasil de todas as cores ” Arauco Galeria, Nuremberg – ALEMANHA

“ Brasil de todas as cores ” Quintas das Conchas, Lisboa – PORTUGAL

2007 - “ Brazilian Nature ” Vienna Art Society – Vas Gallery, Virgínia – EUA 

“ VIP Exibição ” Centro de Pesquisas da Nestlé, Orbe – SUIÇA 

“ Brasil de todas as Cores” Biblioteca Municipal, BraamcampFreire, Santarém, PORTUGAL 

2005 - “ Pintura, Exposição de pinturas Natural Fashion – Viseu – PORTUGAL

1998 - “ Hannover Messe' 98 ” Trade Center e Pavilhão do Nordeste, Hannover, ALEMANHA 

Exposições Coletivas Internacionais com Premiação 

2018 - Workshop Gallery Seminars – Laudongasse 09, 07 à 13 de Junho, Vienna Austria.

2009 - “ Salón Multidisciplinário ” Mención Especial Del Jurado, Premio Ponce Boscarino: 

A Las Artes, Buenos Aires – Argentina.

  

Exposições Coletivas Internacionais

2018 - Exhitibion i Oslo Sept. Intercâmbio Cult. Inter. Arte. Embaixada do Brasil, Noruega.

2015 - Exhitibion i Oslo Sept. XIX Intercâm. Cult. Inter. Arte. Embaixada do Brasil, Noruega.

2014 – IV Salão Premiado - Museu do Mira - Museu Etnográfico da Praia do Mira. AAAGP- Associação da Amizade e das Artes Galego e ArtcomExpo Internacional Association of Artists. Apresenta: Artists Across Continents. VII – Arte sem Fronteiras Portugal Casa da Cultura - Câmara Municipal de Setubal; Artcom Expo Internacional Association of Artists e AAAGP - Associação da Amizade e das Artes Galego Portuguesa realiza Lançamento da Primeira edição do Livro “Artists Across Continents”. 2014 Apresentam – Artists Across Continents IX Intercambio Cultural Internacional de Artes.

2013 - Galleria Su Corso Garibaldi, Spoleto – Itália; Palazzo del Vacariato Galeria La Pigna, Roma Itàlia.

2011 - 2.º Encon. Inter. de Arte ao Redor do Touro - Galeria Vieira Portuense - Portugal

2009 - “ Exposição de Verão ” CASA da GUIA, Cascais – Portugal 

“ Salón del Otoño ” Galeria Artes NES , Buenos Aires - Argentina

2008 - “ Expo Las Vegas ” Ward Nasse Gallery – Las Vegas - EUA

2006 - " Cores do Brasil" NasseGallery-178 Prince Street New York, NY 10012 - EUA

2005 - “ ARTEXPOR ” Brazilian Grup, booth 1312 – New York – EUA 

- Museum of the Americas – Miami - Flórida - EUA

2004 - “ 22 Artistas Brasileiros ” Galeria Sala Barna, Barcelona – Espanha

“Mostra Artisti Brasiliani” Palazzo del Vacariato – Galeria La Pigna, Roma - Itàlia

“Arte e Cultura em terra firme ” Internacional Espaço Cultural do Conrad Resort & Cassino Punta, Del Est, Punta del Est - Uruguai.

2002 - “ Arte e Cultura em Alto Mar” Exposição trinacional, Navio Costa Clássica Genova, 

Ponte 08 Roma. Cruzeiro realizado entre Brasil, Uruguai, Argentina.

  

Exposições Individuais – Brasil

2019 – Fragmentos - Centro Cultural Ariano Suassuna. João Pessoa. 

2015 – Exposição Comemorativa aos 30 Anos de Arte - Estação Cabo Branco – cultura ciência e Arte. João Pessoa. Sayonara Brasil expõe juntamente com amigos artistas e presença da artista alemã Ileana Dimitriu. A exposição está integrada ao ‘Festival 6 Continentes’, que acontece a partir da cidade do Porto, através do mentor Felipe Larsen. Evento realizado simultaneamente em vários países. Entre os artistas convidados estão: M. Mercedes Davison Escoz (Uruguai), Lúcia Rousset (RJ), xilogravuras de Marcelo Soares (PE).

2008 - Retrospectiva 22 anos de Pinturas, Uma Coleção em SAMPA - Clube Paineiras do 

Morumby - São Paulo – SP. 

2003 - Fundação Casa de José Américo - João Pessoa – PB.

2002 - Galeria do Espaço Criativo Expressão e Arte - João Pessoa - PB .

2001 - Hall de Exposições do Circolo Italiano - São Paulo – SP.

Museu do Café USP - Ribeirão Preto – São Paulo - SP.

1996 - Hall de Exposições da Universidade Federal da Paraíba - João Pessoa .

1993 - Fundação Casa de José Américo - João Pessoa 

1992 - “ Viajando com as Orquídeas” Espaço Cultural do Clube Militar - Rio de Janeiro – RJ.

1991 - As Cores dos Peixes ” Salão de Exposição do SESC - João Pessoa - SP.

“ As cores do Peixe “ Museu Murillo La Greca - Recife – PE.

1990 -“ As cores dos Peixes” Sede do IBAMA – Brasília – DF.

Galeria Rodolfo Amoedo - Brasília – DF.

1989 - II Encontro de Ciência e Educação - Universidade Católica de Brasília - Brasília.

Hall de Exposições do Senado Federal – Brasília.

Espaço Cultural do SERPRO – Brasília.

  

Exposições com Premiações no Brasil

2008 -“ 56o. Salão de Artes Plásticas do Clube Militar “ Medalha de Prata e Prêmio 

Incentivo Cultural Clube Militar - Rio de Janeiro - RJ 

“1ª. Exposição Internacional de Artes” Honra ao Mérito Homenagem do Grupo  Cimino, Associação Cultural de Línguas e Artes, Jornal da Zona Leste e Revista  Vivere – São Paulo.

2001 - Menção Honrosa - XLIX Salão de Artes Plásticas do Clube Militar, Rio de Janeiro -RJ

1989 - 4º Lugar - Salão Riachuelo - Brasília 

1988 - 1º Lugar em desenho - Festival de Artes de Inhumas - Inhumas - GO 

Mensão Honrosa - Salão de Artes Kuryala Tur - Goiânia – GO.

Exposições Coletivas Brasil

2018 - Feminina Arte – João Pessoa; 

“Reencontro” Centro Cultural Casa Da Pólvora – João Pessoa.

2015 – Comemorativa 30 anos de Arte - Estação das Artes – João Pessoa.

2014 – Fundação Casa de José Américo.

2020 - Exposição Documental, VIAJANTES, SEMEADORES DE POESIA.Estação das ARTES - João Pessoa.

image224

Pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

Pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

Pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

 

“Muitas Histórias tenho para contatar... 

A riqueza da pluralidade é real”.

Sayonara G. Oliveira – Nome Artístico: Sayonara Brasil


 As pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

Acredito que o importante é ter o prazer de ter uma obra de arte por perto desatrelado do mundo convencional.  O que é necessário é ter paixão, capacidade de pesquisa de alguns dados importantes, e gosto por dar o preço justo por uma peça com qualidade meritória.

Entre leilões felizmente para alguns ou infelizmente para outros, a arte é cada vez mais tratada como ativo financeiro. Conforme vivência artística na qualidade de Pintora, Curadora, Pesquisadora, Ativista Cultural, Promotora de Eventos e com Obra partícipe em Leilão: percebo que este mercado é flutuante. O sistema capitalista favoreceu o pensar a Arte como investimento “Adquirir para diversificar”. Entretanto minha Arte entrou enquanto doação para caridade, outra postura, porque esteve inserido no contexto de ser título financeiro para beneficiar estudos científicos e ou humanos. Internacional e apenas uma vez! O valor material de qualquer obra de arte continua tão intangível e indefinível como a concepção do universo criativo. Muitas vezes Obras primas deixam de brilhar sem entendimento claro e quem busca valor intrínseco em valor financeiro, faria bem procura-lo em lugar a ser amplamente analisado.  Nessa postura, a obsessão de Investidores e ou profissionais do ramo deixa de ser assertiva quando o valor tem pouca relação com objetivos de mercado. Bom repensar sobre a capacidade de cada um: - A alma do artista é única e ninguém em qualquer parte do mundo tem uma criação artística igual.

image225

Um olhar Científico - Testimony

Pessoas devem adquirir o que lhes agradem!

Um olhar Científico - Testimony

  A consubstancialidade da arte

O fenômeno, ou milagre, da consubstancialidade reside em “dois serem um”. Este conceito é bastante usado no discurso cristão, quando se diz que Cristo é homem e Deus ao mesmo tempo. No entanto, isso pode acontecer – e acontece – nas artes, principalmente nas artes plásticas. Podemos perceber este fenômeno numa pintura, desenho ou escultura quando ele nos remete a outro artefato artístico, muitas vezes de matriz diferente. É o que acontece com o trabalho da artista plástica baiana Sayonara Brasil. Radicada na Paraíba há quase 30 anos, por meio de suas telas já representou o Brasil em mais de uma dezena de países, premiando a cidade de João Pessoa com sua mais nova exposição: “Ver-te”. As obras desta exposição mesclam elementos de duas Vanguardas Europeias: Expressionismo e Surrealismo. A primeira pode ser percebida nas obras que tratam a natureza carregada de sentimento e subjetividade. Todavia, não percebemos a agonia e as mazelas do ser humano, características fortes nas obras desta corrente representada por Edvard Munch, Modigliani, Kandinsky e Van Gogh. Pelo contrário, as pinceladas de Sayonara e as cores que usa revelam o sentimentalismo por meio das cores e da abstração da natureza. A segunda (surrealismo) concentra-se nas obras “Ver-te” – que dá nome à exposição – e na tela “A margem”. 

Nestas duas obras a artista esconde mais que revela, pois coloca em primeiro plano as sensações e suposições. Na tela “Ver-te”, percebemos um cenário envolto pelas brumas do mistério, tal qual o nevoeiro de Boston e o cenário nos contos de Edgar Allan Poe. Aqui mora a consubstancialidade, nesse diálogo entre pintura e literatura. Assim como na obra “A margem”, que sugere bem mais do que revela. Nela, as margens existem, porém não são tão bem delimitadas quanto se pensa, a tela sugere um jogo entre homem e animal, que pode-se perceber na sugestão da silhueta de três pessoas que juntas formam a de um animal. Este jogo, em muito lembrou Vidas Secas, quando um papagaio fala mais que Fabiano, seu dono. “A margem”, assim como Vidas Secas, nos faz perceber que as margens entre a humanidade e a animalidade é mais uma “margem” frágil do que uma determinante absoluta. 

Nesses termos a consubstancialidade se coloca nas obras de Sayonara. Contudo, esta é apenas uma das maneiras como ela pode se manifestar, porque o poético nisso é que a outra ponta deste laço muda abruptamente conforme o apreciador. Para mim, esse fenômeno deu-se por meio da literatura, para outro pode se manifestar por meio da música ou até mesmo pela referenciação em outras pinturas dantes vistas. A artista, com o seu ato criador, sensivelmente deixa no Outro a tarefa de concluir sua obra dentro de si pelas suas próprias significações. Sayonara é uma bela aparição no cenário artístico brasileiro que é tão cruel com seus pintores, ela desponta primeiramente no Mundo, para então voltar à sua “aldeia”. Apreciemos o trabalho magnífico dessa nossa artista.

Prof. Dr. Francisco Leandro de Assis Neto

Doutor em Literatura e Interculturalidade pela Universidade Estadual da Paraíba. 


------ 

“ Sayonara, the muse of tropical colors ”

Of artist Sayonara Brazil's tropical creativity they arise hundreds of wonderful flowers - that the times seem to be birds or feathers of birds, as well as birds, that seem to be flowers of other worlds, pink flower, red flower, orchids, flowers that seem to be embryos, feathers macaw or butterflies. They emanate of the painter's images of butterflies fantasy and of the little bird call he/she kisses flower; these images emerge the times as if they were people full of longing of a harmonic and peaceful world that anywhere in the globe can exist. Fish and beings that live in the depth of the sea, the times in ways and fantastic colors appear, but always diving with elegant movements and full of vitality, renewing in the spectator's heart an enormous esteem of the amazing works of the creation. The sailing boats in the sea and the seagulls in the blue sky, the boats of Bahia, the brilliant sea, the dawn and putting of the sun in the Amazonian - all this wakes up longings of arriving to the earth without badly, about the old Tupi-Guarani they dreamed him. To we admire the singular art of the Sayonara shared with her the African happiness, the indigenous temperament and the Portuguese longing, and all this in a process of intercontinental character of miscegenation. as our nostalgic friend would say Dr. Gilberto - of which a new cultural universe emerges marked by the tropical vitality, experience sui generis. 

The yellow color of the lemon combined with the green color of the plantations, the color of the corn straw and the red color of the feathers of the macaw, the black of Urubú and the white of the clouds of the sky of the northeast, all this characterizes the artist's paintings - it characterizes the preferential colors of their own dresses besides. The extremely subjective that is observed in Sayonara Brazil's style - their paintings of abstract tendency, emanated of the own deep sensibility, in the end they finish in an artistic composition that smoothly approaches to the harmony of the tropical nature that definitively marks our dear Earth of New Cruz

Teacher. h. c. Heinz F. Dressel 

 (Im Memoriam) 

Deutschland  -  Nürnberg 2008

-----

As a Flower which blossoms at Dawn

It is possible that each individual that observes Sayonara’s work does not go beyond the multicolored images that form their eyes. On the other hand they go deeper in a more detailed of one who searches the not spoken intimacy of the artist, recognizing an abstract concept of extreme good taste, lyricism and feminility. The images are formed like sharp blades that overlap each other, with distintictive colors. Is it only? A light that limit space and allows the spectator to perceive the harmony of the Unity. It is a feast of colors of a magic spectrum called Nature. It is in the depth of the forest of her imagination that the artist finds strength for her artwork. It is at down that this flower blossoms! In a sweet delight that you can stop from appreciating.That is the world that Sayonara manages to penetrate and shows us her most personal expression.

Benedito Ramos -  Writer from Alagoas – Brazil 


------

The Thorn the Rose

My first contact with Sayonara was during an held at the Federal Senate. I registered my impressions in the guest book and later. Sayonara came to me. And we became friends. 

On another occasion , I felt her energy as a teacher of the Marist School of in the state of Pernambuco, on the brink of getting a grant from the Federal Government to travel to Portugal in order to show her art as an educational instrument. This is an artist that by nature, chooses her own mysteries. With interior message. Of the nature’s power in everything she sees – make no mistake – she knows how to harmonize shapes and colors. Her work is true message. In the works of Sayonara there is a simplification in the structure of design. You notice its presence modeling the light and shade that pass on the artist’s art trance. Sayonara will be welcomed and admired! Not only by what she is showing in this expo, but through her personality and message passed on from her unique canvas. This is woman who projects herself through her own values and skills, growing with experiences and trying to transpose the crystal of her mirror to develop with excellence her work as an artist. By the side of the thorn there is a rose: Sayonara!

Cyl Galindo (Im Memoriam)

 Writer from Pernambuco

Brazilia, Federal District, Oct. 91. Brazil


-----

In Time Ecology

Sayonara’s woks is not only ecological which is the initial impression you get. Behind the diversity of birds and the exuberant Brazilian flora, there is a concentrated unity at the same time. In a instant of trance that Sayonara manages to fixate and pass on the ones who see her work as moments of infinite Peace.

Therefore the existence of an ecological appeal in Sayonara’s work comes through. Strong and successful resulting in a work of beauty and quality.

Socrates Arantes (Im Memoriam) 

Journalist from Pernambuco - Brazil 

------

“ Man X Art-Life Nature ”

At what point does Art touch us? Where is the secret of the artist’s soul that makes us reflect?

In a determined moment, you feel something that must be in the subconscious of the one who creates, reflex of something deeper in the human being as a whole, therefore our identification. Nature_ God’s marvelous gift –is the most real of the things, because there is no lie, it is there like an open door for us to gaze through. Art has a peculiar role in all of that. It is the transforming energy, the dynamic that fallow the cycle of life. Sayonara is a real artist. She does not wants the real thing. Not satisfied with display cases, doors of natural vanity that belong to all of us. She goes further, looking for the precious stones of human soul.

This is all reflected in her work, the search for identity, the finding of oneself. We are transported to a magical world invisibly clear and radiant of beings and colors from nature, transporting us through her art, giving us rebirth in another dimension, contributing to the simple quest of living in our world today, awaking us with the touch that she brings with her hands, as the piper playing his flute in the middle of the forest, softly…

  Luiz Cesar - Writer from Bahia - Brazil


---------

“ The Magic of the Vegetable Kingdom on Sayonara Canvas ” 

The pictorial language of Sayonara  is part of the contemporary context of dazzling vanguard, becoming a connection with the real , which is a expressive landmark in the world of art in all its plenitude. Such statement shows itself clear when her artwork shares life fullness hanging from the walls in a blast of colors that come alive through the drawing of an array of marvelous fruits! The canvas of Sayonara lead people to blossom from a source of light and life. Piles of beautiful fruits ready to spring forward as a pulsating manifest.

Polibio Alves  - Writer from Paraiba – Brazil


------ 

“ Sayonara and the Color ”

To be a painter artist it is not enough just to paint. An artist is the one who dives within herself or flies beyond her own space.

Condensing time and space in sound, in word or color is the function of the artist, being she old or young. There might be differences in the technique-that there is but never in the fundamentals of search. The search, which is a mystery is an attribute of the artist, that transposes the equator of her own path.

She has style and control and knows how to apply the colors, specially when it comes to paint ecological themes. It is not tropical or aggressive. It color speaking from our interior, a necessary tranquility to the pacific coexistence amongst man, animal and plant. 

Cyl Gallindo (Im Memoriam) 

Writer from Pernambuco – Brazil 


------

“ Dear Plastic Artist - Sayonara ”

As we begin one more year of artistic and cultural phase , I have the satisfaction to invite you to participate in the Exposition of Arts that will happen from 10th to 23rd of May , 2004 , in the Pigna Gallery at the Vatican in Rome, Italy, sponsored by the Catholic Union of Italian Artists and organized by Pompeia International Tour. As the person in charge of this event and various Art Salons in Rio de Janeiro and knowing the beautiful art you create, I feel honored in having you in our midst throughout this trip to Italy. Sincerely, 

Vera Figueredo  - Art Curator – Rio the Janeiro - Brazil


-----

“ Sayonara , Light of Water ”

Sayonara restless soul, in constant search of the essence of the human being. Show in her trails and vibrant colors, the true mechanisms of life. Her work, fruit of deep research for harmony amongst technique and feeling, takes us to the depth of our origins , revealing the singular beauty of the diversity of man.

In every detail, a new feature. In all the suavity nearly fantastic, acquired through a deep dive , lived and felt in each new endeavor.

Sayonara is above all a single salutation to the Universe , an appeal in defense of life, a warrior that with certainty walks towards the infinite of time and space.

Ruiter Jose de Lima - Taguatinga’s Association of Art and Culture - Federal District - Brazil


--------

“ Comercial Representative in Portugal ”

I met Sayonara Brasil in her studio, happily painting the colors of life, indifferent ways.

The Happiness, the simplicity and at the same time, the boldness of her personality are evident in the strokes and themes of her artwork – flowers, birds, - all in a festival of colors and light. In this space where I dreamed to dedicate to authentic matters, resulting from the embrace of man and nature, her exhibit “ The Colors of Happiness” comes in perfect tune with Spring Season! Simple homage to the Eternal Rebirth and to the courage of whom dares to pass from the condition of creature to the condition of creator.

Maria Rosalina Nunes -  Portugal,  April 2005


-------

“ Sayonara’s Comments ”

“The orchids call my attention, due to the double relation of fragility and ostentation.

The lyricism and the mysteries of life push me towards a dynamic attitude, suave and at the same time strong and consensual.

The Art in my life is a gift from the Creator, so that, I care for Life!

The flowers, the fruits, the fish, the abstract, the birds, the felines, the sea life and the landscapes are sources of inspiration. However, what prevails are the free strokes and the colors’iris.

Each canvas that I paint takes me to a world of freedom and happiness, curiosity

Makes me go ahead – it is a joyful playtime!

When I am sad , the painting work brings me hopoe and consoles me as a friend.

There is a mischievous complicity, even when the reason outweighs, the moment.

The nights are short and the days are long…”

Sayonara Brasil - Plastic Artist - Portugal,  April 2005

Eletronic Mail from Rosalina Nunes

Subject: The Natural Fashion Shop

From: Rosalina Nunes

Date: December 2nd, 2004


-----

Dear Friends,

I am sending some pictures from the shop at the night of inauguration for you have an idea.

I chose Sayonara Brasil ‘s orchids as the first panel.

In fact, Sayonara was the first Paraiba’s Plastic Artist who entrusted me many of her artwork, so that, I thought on offering her that small tribute.